16/02/2012

Fernando de Noronha -outros passeios e atividades (parte 6)


1) Ponta da Air France



Passando o Porto, continue seguindo um pouco mais. É o ponto de encontro do Mar de Fora com o Mar de Dentro. Tem-se uma vista completa das ilhas secundárias.No local funcionou uma antiga base de apoio para os vôos no Oceano Atlântico, a cargo dos franceses, daí o nome.Atualmente, está instalada a Associação de Artistas e Artesãos Noronhenses, no chamado "Espaço Cultural Air France".Muito mal conservado, diga-se de passagem.Aliás, falando em conservação, a maioria dos espaços culturais, igreja, contruções históricas e placas são extremamente mal conservadas. A revolta é grande quando pensamos nas altas taxas que pagamos para permanência na ilha.

No caminho para a Ponta da Air France, existe uma igrejinha, no alto de uma ladeira, que proporciona otima vista para a região do Porto.A igreja, em si, fica fechada durante todo o ano, exceto no dia de São Pedro.





2) Museu dos Tubarões




Localizado nas proximidades do Porto Santo Antonio, o Museu dos Tubarões expõe fotos, arcadas dentárias, espinhas dorsais e conta curiosidades da espécie que mais desperta curiosidades no mar.O Museu também conta com uma cozinha que serve o famoso tubalhau que, como o nome sugere, é um bolinho feito com carne de tubarão.Outros pratos feitos com a "iguaria" também podem ser degustados por lá. A entrada é gratuita.

3) Mergulho com cilindro

Como já dito, acho que Noronha vale muito a pena mesmo que você não faça um mergulho com cilindro.Mas se o fizer,  programe-se porque a duração do mergulho pode chegar à metade de um dia. E prepare o bolso porque o mergulho em Noronha é um dos mais caros do mundo, cerca de R$ 290,00 por 25 min (batismo). A operadora mais antiga e famosa é a Atlantis Divers, com loja perto do bar do Cachorro, no centro da Vila dos Remédios. É a mais bem estruturada também. As outras duas são a Noronha Divers e a Águas Claras.



4) Plana sub ou Aqua sub

Uma das invenções mais incríveis e simples é a grande atração do mar de Noronha. Trata-se de uma pequena prancha com um formato que lembra um boomerang. Você será puxado por um barco segurando a prancha e estará usando máscara e snorkel. É muito fácil manusear a prancha. Inclinando para baixo, você fará manobras dentro d'água e para cima você voltará para a superfície Mas não desça muito se não tiver habilidade para mergulhar, porque há o problema da pressão nos ouvidos. É preciso equalizar para descomprimi-los. Requer habilidade também com o snorkel e a máscara.



A atividade é contratada separadamente (R$ 85,00 por pessoa) mas se fizer um passeio de barco, alguns já a incluem no seu preço, sendo mais vantajoso do que pagar separadamente.

5) Passeio de barco

Existem várias opções de passeios de barco e varias embarcações disponíveis no Porto. Optei pela Trovão dos Mares II, por ser maior e já incluir no seu preço o Aquasub e almoço a bordo.Em setembro de 2011, o passeio custava R$ 150,00 por pessoa. A duração é cerca de 5 horas porque inclui uma parada para mergulho e almoço no Sancho, além do tempo gasto com o Aquasub. O pagamento é só em cheque ou dinheiro.Ouvi também ótimos relatos do passeio feito no entardecer do dia, denominado "Entardecer Noronha" que custa os mesmos R$ 150,00, com peixe e bebida inclusos.
Os marinheiros, na saída, já vão informar onde estão os golfinhos. Muitas vezes estão logo na saída do Porto. Prepare a câmera porque a embarcação não vai parar para você tirar fotos.Geralmente eles se aproximam da proa.O percurso é do Porto até a Ponta da Sapata, percorrendo todas as praias do Mar de Dentro.

Golfinhos na saída do Porto Santo Antonio


Formação rochosa com um vão que lembra o Mapa do Brasil na Ponta da Sapata
Mergulho no Sancho



Não fiz e não ouvi bons relatos da Navi, uma embarcação futurista, com chão de vidro, para que se possa observar o fundo do mar.



Nenhum comentário:

Postar um comentário