20/10/2011

Fernando de Noronha (parte 1)

"Noronha é um sonho.
A ilha do supremo, da beleza irracional, das águas insanamente claras.
O destino certo para quem deseja conhecer o perfeito" 


       É lugar-comum se falar que o Brasil possui uma costa com praias incríveis. Mas certamente as mais incríveis não estão em sua “costa continental”, mas sim no arquipélago de Fernando de Noronha, localizado há aproximadamente 350 km de Natal ou 540 km de Recife. Encontrar dicas de Noronha não é tão fácil como de outros destinos. Talvez porque seja o destino nacional mais restrito atualmente.

1) História e Geografia

    
        Fernando de Noronha, como dito, é um arquipélago formado pela ilha principal homônima (a única habitada), e pelas chamadas Ilhas Secundárias, num total de 21 ilhas e ilhotas. Possui uma área de aproximadamente 26 km2 (17 km2 na ilha principal), com mais de 13 praias, enseadas e piscinas naturais. Possui cerca de 2500 habitantes.



        A parte superior do mapa, composta pelas praias que vão desde o Porto Santo Antonio(à direita) até a Ponta da Sapata, é chamada de "Mar de Dentro". A inferior, desde a Enseada da Caieira até a Praia do Leao, é chamada de "Mar de Fora". 
       A ilha surgiu a partir de fortes erupções vulcânicas, há 12 milhões de anos. Está localizada sobre um vulcão com cratera de 74 km de diâmetro.
        Foi descoberta no ano de 1503,  por Américo Vespúcio e foi doada, por D. Manoel I, em forma de capitania hereditária, a Fernan de Loronha, um fidalgo português que financiou a expedição de 1503. Foi a primeira capitania hereditária do Brasil, porém nunca ocupada pelo seu donatário.                                     
     Ao longo da história, já foi ocupada e saqueada por portugueses, franceses, ingleses e holandeses. No século XVIII, a ilha se transforma em um Presídio Comum, para presos condenados a longas penas. 
       Mas foi graças aos presos que todas as edificações foram construídas no arquipélago. Por outro lado, a maior parte da vegetação original foi derrubada a fim de se evitar fugas, o que provocou forte alteração no clima da ilha. 
       Em 1942, Noronha passa a ser um Território Federal Militar, e permanece assim até 1988.
     Em 1988, ele é reintegrado ao Estado de Pernambuco, tornando-se um Distrito Estadual, comandado por um Administrador indicado pelo Governador do Estado de Pernambuco. Também é criado o Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha  .
       Em 2001, a ilha foi tombada pela UNESCO como "Sítio do Patrimônio Mundial Natural".
      
2) Curiosidades locais

a)     Noronha possui a segunda menor rodovia BR do Brasil (BR 363), com cerca de 7 quilômetros de extensão, ligando a Praia do Sueste ao Porto (traço verde no mapa). E já respondendo a sua pergunta –eis que também a fiz várias vezes, sem resposta - a menor BR do Brasil está em São Paulo, com cerca de 5,9 km, passando pelo centro de Aparecida, com ambas extremidades na Dutra.

b)     As mulheres grávidas não podem ter seus filhos na ilha. Por volta do sétimo mês elas devem sair do arquipélago. Contam os ilhéus (os nascidos na ilha) que, caso a gestante não deixe a ilha, agentes da Policia Federal as convidam a partir imediatamente. Tal imposição visa impedir direitos sobre a terra de novos ilhéus.

c)  A gasolina é a mais cara do Brasil, girando em torno dos R$ 3,90 o litro (set/2011)


d)  Quase nada é produzido na ilha, vindo tudo do continente.


e) Noronha está em um fuso com 1 hora a mais do que o Distrito Federal. No entanto, por não observar o horário de verão, se iguala aos demais estados nessa época.


3) Clima x condições do mar: melhor época  para ir

      Há duas estações bem definidas na ilha. A seca, que vai de setembro a fevereiro e a chuvosa que vai de março a agosto. 
      A ilha, como dito, é dividida em “mar de fora “ e “mar de dentro”, contando esse com as praias mais bonitas da ilha. Dessa forma, considere também o período do ano em que essas praias estão com o mar mais calmo, o que acontece de abril a outubro. De novembro a março essa parte da ilha apresenta o mar bem revolto, propício a prática do surf.
      Então, conjugando o fator “clima” com o fator “condições do mar” das praias mais bonitas - se o seu objetivo não for surfar - os melhores meses para conhecer Noronha são setembro e outubro, ocasião em que o clima estará seco e as praias mais bonitas da ilha estarão uma calmaria só e você poderá, com auxilio de uma máscara, snorkel e colete (caso não saiba nadar)  ver peixes de todos os tipos e cores a apenas 10 metros da areia.

 4) Como chegar

        Considerando sua condição insular, só se pode chegar a Noronha de navio ou de avião.
       Conhecer Noronha a bordo de um cruzeiro acho que é o mesmo que não conhecer. Os cruzeiros oferecem, no máximo, 2 dias na ilha, o que não dão para nada.
        Pelo ar se chega pela Gol ou pela Trip. A Gol pousa com seus boeings diretamente na pista do aeroporto de Noronha, que apesar de mais parecer uma rodoviária, possui a pista maior do que o do Santos Dumont-RJ. É uma alternativa para quem tem certo pavor de voar em aviões pequenos como os da Trip, que pousa com os jatinhos da Embraer ou com os turbohélices ATR.


                              Embraer - Trip
       A Trip mantém codeshare com a TAM e é possível bilhetar para Noronha (ida e volta), incluídos os trechos realizados com a TRIP, com resgate de apenas 20 mil pontos. Caso feche com a TAM, você pode optar em partir de Recife ou Natal, (1 hora de vôo) com possibilidade de uma “stopover” numa dessa cidades, na ida ou na volta (permanência em Natal ou Recife, por alguns dias, antes de partir para o destino final, sem cobrança extra). Note que as atendentes da TAM muitas vezes não sabem dessa possibilidade, cabendo a você insistir, ainda que elas digam que serão cobrados pontos extras. Peça a simulação. O resgate de pontos pela TAM só é possível através da Central Telefônica, tendo em vista o “codeshare”.
                              Partida de Recife

    Muitos perguntam qual o melhor lado do avião para poder apreciar a vista de Noronha pelo alto, na chegada. Não se preocupe com isso porque a maioria dos pilotos não está nem aí pra você e aterrisam de primeira, sem dar nenhuma voltinha na ilha.


5) O que levar

a) protetor solar - O sol na ilha é literalmente de rachar qualquer pele, ainda mais quando associado ao mar salgado. Não esqueça de repor sempre que puder, uma vez que permacerá muito tempo na água.
b) repelente - ao entardecer a mosquitada ataca.
c) tênis para algumas caminhadas. Chinelos.     
d) bermudas para homens e roupa leves para as mulheres. Nem pense em calça jeans ou sapato mais social.Muita roupa de banho.
e) um casaco porque à noite pode bater uma brisa
f) Câmera digital e aquática. Para essa há duas opções se você não a possuir: ou compra a descartável da Kodak ou a aluga na ilha (diária de R$ 50,00 com CD, na praia do Sueste).
g) dinheiro ou cartão do banco. Apesar de só haver um agência do Santander, o caixa automático está integrado no Banco 24 horas.Os passeios não costumam aceitar cartão.
h) transformador se quiser levar algum aparelho elétrico, porque a voltagem na ilha é de 220V.
i) algum remédio especial porque lá você certamente não encontrará.


6) Taxa de Preservação Ambiental e a chegada

       Para permanecer na ilha, você desembolsará para o Governo de Pernambuco o valor de, aproximadamente, R$ 40,40 por dia (ano de 2011), a título de taxa de preservação ambiental.Esse valor pode ser pago através dos site http://www.noronha.pe.gov.br/. Você preencherá um formulário-cadastro completo com seus dados pessoais e da viagem (nome da pousada, tempo de permanência etc.) Será gerada a taxa, em um boleto, bem como a guia de identificação e a guia de controle migratório, que também deverão ser apresentados no aeroporto e na pousada. Um canhoto do controle migratório deverá ser devolvido na sua saída da ilha. Atenção: Imprima todos eles de uma só vez!! Caso contrário deverá reiniciar todo o processo de cadastro.
       O cálculo dos dias para pagamento da taxa é feito pelo sistema, que exclui o dia da chegada.
       Pague o boleto pelo menos 3 dias antes da chegada à ilha, a fim de se permitir a baixa do documento no sistema bancário antes da sua chegada. Ao desembarcar, entre na fila “TPA’s pagas pela internet”.
       Se preferir, a taxa também pode ser paga no momento de chegada, no próprio aeroporto. A vantagem é que se poderá paga-lá com cartão de crédito. A enorme desvantagem é que a fila para quem não a pagou previamente é beeeeem maior.
      Algumas pousadas oferecem serviço de traslado; portanto não esqueça de consulta-las antes da chegada. Caso não seja oferecido esse serviço, o táxi para a pousada dependera da localização dessa. Mas nada que ultrapasse R$ 20,00.
       A ilha possui internet e algumas operadoras de celular mantêm antenas. Nextel não possui abrangência.
       

13/10/2011

Buenos Aires - parte 7

7) COMPRAS, SORVETES E CAFÉS.


      Dependendo da cotação do real frente ao peso, o que nos últimos anos sempre foi vantajosa, ir a Buenos Aires também significa gastar um pouco comprando roupas, acessórios e artigos para casa.
      O lugar mais agradável para se comprar é nas ruas de Palermo, notadamente a região conhecida como Palermo Soho. As lojas, no entanto, são mais alternativas. Mas na Rua  Gurruchaga, esquina com El Salvador, você póderá encontrar a loja da italiana Diesel (que não possui mais lojas no Brasil). 
      Na Rua Honduras, diversas lojas também integram o comércio local. Lá está uma das lojas da famosa marca portenha chamada "Etiqueta Negra". A loja é voltada para o publico masculino. Seus preços não são nada em conta. Mas a qualidade e o design das peças é bastante atrativos.Também na Honduras você encontrará diversas lojas de decoração/artigos para casa, com destaque para a Infinitas Sensaciones (n 4659) e Tienda Palacio (n 5272).
     Lembre-se do quadrilátero  formado pelas ruas Nicarágua, Malabia, Gorriti e Uriarte e explore tudo.

     Numa região conhecida como Villa Crespo (proximidades da Aguirre com Gurruchaga), localizada a uma distancia relativamente perto de Palermo Soho (8 quadras da Plaza Cortazar), estão algumas lojas de outlets de marcas conhecidas. A Lacoste, por exemplo, mantém uma grande loja com muita variedade de polos e camisas. O preço, no entanto, é pouca coisa menor do que nas lojas da cidade.Talvez compense pela variedade, não pelo preço.Mas tem outras lojas também:


ENDEREÇOS DOS OUTLETS
(por Mariana Pereira do (www.myvillacrespo.com)
lacoste

ROUPA FEMININA
AKIABARA Gurruchaga 772
AGARRATE CATALINA Aguirre 606
AWASSI Gurruchaga 874
BRAND POINT (CALVIN KLEIN) Aguirre 875
CACHAREL Aguirre 865
CARDON Gurruchaga 888
CARO CUORE Aguirre 824
CHOCOLATE Córdoba 4856
COMPLOT Aguirre 730
CLARA IBARGUREN Aguirre 967
DESIDERATA Esquina de Aguirre y Gurruchaga
INNOCENZA Aguirre 974
KIU Aguirre 799
LEVI´S Avenida Córdoba 4654
PAULA CAHEN D´ANVERS Aguirre 875
PORTSAID Aguirre 842
RAPSODIA Aguirre 729
TOMMY HILFIGER Murillo 765
VITAMINA Aguirre 864
WANAMA Aguirre 843
WRANGLER Gurruchaga 783
ROUPA MASCULINA
AIRBORN Aguirre 795
BENSIMON Guruchaga 817
BOLIVIA Acevedo 638
BOWEN Aguirre 904
BROOKSFIELD Aguirre 966
CHRISTIAN LACROIX E YVES SAINT LAURENT Gurruchaga 787
ETIQUETA NEGRA / GOLA Gurruchaga 770
LACOSTE Aguirre 875
LA MARTINA Aguirre 957
LEVI´S Avenida Córdoba 4654
NEW MAN Aguirre 815
OLD BRIDGE Gurruchaga 783
INFANTIL & TEENS
CHEEKY Aguirre 827
GRISINO Gurruchaga 790
SWEET Aguirre 820
47 STREET Aguirre 870
MUAA Aguirre 874
ROUPA ESPORTIVA E UNISSEX
ADIDAS Avenida Córdoba 4590
PUMA Gurruchaga 806
THE NORTH FACE Aguirre 755
MORMAII Aguirre 749
DANIEL HECHTER Aguirre 698
HANG LOOSE Aguirre 672
SAPATOS, BOLSAS, ACESSÓRIOS
ADIDAS Avenida Córdoba 4590
BLAQUÉ Gurruchaga 855
CLONA SHOES Gurruchaga 890
CONVERSE (ALL STAR)
LUCERNA Gurruchaga 821
MARY&JOE Gurruchaga 785
NINA PIU Aguirre 782
PARUOLO Loyola 628
PEPE CANTERO Gurruchaga 721
PUMA Gurruchaga 806
PRUNE Gurruchuga 861
TIMBERLAND / HUSH PUPPIES Aguirre 840
VIAMO Aguirre 794
VIA UNO Aguirre 728
OUTROS
ARREDO (CAMA, MESA E BANHO) Gurruchaga 774
PERFUMARIA LAS MARGARITAS (LINHA PROFISSIONAL DE SHAMPOOS) Aguirre 736
SWATCH (RELÓGIOS) Gurruchaga 888
RAY BAN (ÓCULOS) Gurruchaga 884
*** BROOKSFIELD OUTLET PREMIUM – AVENIDA SANTA FE 1633, RECOLETA    
A Rua Florida é também um grande ponto de comercio local, com lojas de rua das mais variadas possiveis. Destaque para a loja de casa Falabella (tem outra só de roupas na mesma rua). Você encontrará também lojas de artigos esportivos e muitos lojas de roupa de frio (couro, lã). Na Galerias Pacifico, algumas grifes internacionais também ocupam seus espaços, mas nada a preço de banana.

Além desses dois points de comercio local, a cidade possui diversos shopping centers, como o Patio Bullrich, Alto Palermo e Paseo Alcorta

SORVETES

Se sobrar um espacinho após o almoço ou jantar, não deixe de provar um dos imperdiveis sorvetes das inúmeras sorveterias da cidade. Apesar da mais famosa ser a Freddo, com varias lojas espalhadas pela cidade, há outras mais desconhecidas pelos turistas mas bem famosas entre os portenhos. Na duvida do sabor, vá sempre de doce de leite, que não tem erro. 


Dulce de Leche Tentación

 Além da Freddo, destaque ainda para a Persicco (Salguero com Cabello- Palermo e mais 3 filiais), Una Altra Volta (ao lado da livraria  Ateneo e + outras), Chungo, Saverio e Due (Av. de Mayo, 347).


CAFÉS 

1)  Café Tortoni - Centro - próximo à Plaza de Mayo (casa Rosada)

3) Las Violetas

4) La Biela  -em frente ao cemitério da Recoleta

5) Marks Deli Paermo Soho



   
LOJAS HAVANNA 

Em diversos endereços da cidade. Além dos famosos alfajores, não deixe de experimentar os incríveis Havannets, uma espécie de Nhá Benta recheada com doce de leite. Se preferir o doce de leite puro, a loja também o vende num pote de vidro. Não deixe para comprar no free shop porque os preços são maiores.

11/10/2011

Buenos Aires - Argentina (parte 6)

6) Roteiros e atrações turisticas

             Antes de se pensar num roteiro, é fundamental conhecer duas questões essenciais: se é a sua primeira vez na cidade e quantos dias você ficará . Muita gente diz por aí que "Buenos Aires se faz em 3 dias." Para uma primeira visita, se a intenção for somente conhecer os principais pontos turísticos, com um pouco de esforço você consegue. Agora, se pretende conhecer um pouco mais a cidade, o estilo de vida dos portenhos, fugir do "roteiro turistão", você precisará de pelo menos uns 5 dias.

 Centro ou Microcentro

 >>> Plaza de Mayo , onde ficam:

* Casa Rosada -sede do governo argentino


* Catedral Metropolitana -onde se encontram os restos mortais do argentino Gal San Martin, libertador de alguns paises da America do Sul.

* Cabildo - espécie de administração municipal das cidades coloniais, instituido durante o período colonial da América Espanhola. Hoje, funciona como Museo Nacional del Cabildo y la Revolución de Mayo, já tendo sofrido varias alterações na sua estrutura física.

 >>> Café Tortoni. ( Avenida de Mayo, 825) Café mais antigo (1858) e tradicional de Buenos Aires:  Da Plaza de Mayo, siga pela Av. de Mayo por um pouco mais de 3 quadras, passando a esquina com a Rua Esmeralda. Logo avistará, à sua direita, o letreiro do Tortoni. Entrando, a impressão é de se ter voltado no tempo.Se perca nos vitrais do teto e das paredes. Peça qualquer coisa apenas para justificar sua presença ali.Um capuccino lhe custará cerca de R$ 9,00 e, um café, por volta de R$ 5,00 o simples e R$ 7,00 o duplo(jun/2011) Ah... " Submarino" nada mais é do que leite com uma barra de chocolate imersa.


>>>>>  Teatro Colón (Cerrito, 628)- Depois de uma longa reforma, o teatro considerado um dos melhores do mundo está com suas portas abertas. É umas das atrações imperdíveis da cidade.O ideal seria conhecê-lo durante um espetáculo. Mas se você é daqueles que não tem paciência para música clássica ou dança, agende uma visita guiada  através do site do próprio teatro: http://www.teatrocolon.org.ar/es/index.php?id=visitas. É cobrada uma contribuição de cerca de 110 pesos, paga também pelo site. Por cerca de uma hora você conhecerá toda a história do teatro, curiosidades de sua construção e personalidades que por lá passaram, além de conhecer todos os seus salões (destaque para a Sala Dourada).Em feriados ou fins de semana, o agendamento e pagamento prévio são imprescindíveis.


>>>>> Obelisco - Não precisa  ir perto dele apenas para tirar uma foto do cartão postal da cidade. Na frente do Colón ou da Plaza de Mayo você pode fazer isso.

>>>>>> Plaza San Martin com  Torre Monumental - uma das praças mais bonitas da cidade com vista para a Torre Monumental (antiga Torre dos Ingleses).

>>>>>>Calle Florida ou Rua Florida - rua de comercio mais famosa da cidade com diversas lojas de decoração, roupas de frio e artigos esportivos.Vale a visita à loja Falabella, de artigos para casa. Cuidado com os pertences e dinheiro porque ha relatos de furto pela redondeza.

>>>>>> Galerias Pacifico - fica na própria Rua Florida. Algumas lojas internacionais e outras locais. Não deixe de apreciar as pinturas feitas no teto do predio no vão central.


        As atrações do Centro podem ser todas visitadas durante um dia inteiro. Verifique o horario de disponibilidade da visita guiada do Teatro Colon ( se for faze-la) e encaixe as outras atrações. Deixe a Rua Florida com a Galerias Pacifico por ultimo para evitar ficar levando sacolas durante o roteiro. O ideal é começar pela Plaza de Mayo (ver como chegar no post "meios de transporte"), tomar um cafe no Tortoni, pegar um taxi ate o Teatro Colon, almocar pelas redondezas (ver post de restaurantes no Centro), visitar a Plaza San Martin e, logo ali ao lado, bater perna na Rua Florida.


RECOLETA

         Voce visitará:
  >>>>>  Cemiterio da Recoleta - Acredite, mas o cemitério lá é um ponto turístico, principalmente o jazigo de Evita Peron. 




         


>>>>> a Igreja N. Sra do Pilar (Basilica Nuestra Senõra del Pilar)
>>>>> a flor mecânica (floralis generica- flor de metal que se abre e fecha conforme o horario do dia)


 >>>>> a Rua Alvear (com lojas de grifes internaciomais),  o Shopping Buenos Aires Design (artigos para a casa com destaque para a loja de casa "Morph") e o Shopping Patio Bullrich 



         Aos sábados e domingos existe uma feirinha de artesanato na praça principal. Dê preferencia à feira dos sábados para poder visitar a Feira de San Telmo no domingo.
         Faça o cemiterio, a Igreja e o Shopping Buenos Aires Design. Tire uma foto no gramado na parte de trás da Igreja com o letreiro do Shopping . Vá ate a flor mecanica. Tire umas fotos e perca uns minutos no gramado que a cerca. Siga ate a Rua Posadas e almoce em um restaurante por lá. Faça a digestao batendo uma perna no Shopping Patio BullRich (antigo local de negociação de bois).


PALERMO

1)Bosques de Palermo
2) Rosedal-  um dos locais mais bonitos, com inumeras especies de flores.
3) MALBA - Museu de Artes Latino-Americana de Buenos Aires (onde estão obras de Candido Portinari, Frida Kahlo, Diego Rivera e o famoso quadro de Tarsila do Amaral, "Abaporu", além de outras obras de artistas portenhos e estrangeiros. Entrada custando 20 pesos.Visite a lojinha do museu e conheça o agradavel café-restaurante por eles mantido. (ATENÇÃO - até OUT/2012 as principais obras estão emprestadas a um museu americano)
4) Jardim Japones - jardim todo no estilo niponico, bem agradavel, contando ainda com um restaurante japonês dentro.
5) Jardim Botanico - fraquinho, podendo ser dispensado se não houve tempo.
6) Jardim Zoológico - uma ótima atração para as crianças e adultos também.O Zoo é bem grande levando-se pelo menos umas 3 horas se quiser conhecer todas as atrações.













6) Não deixe de caminhar pelas ruas do bairro (Palermo Soho), nas redondezas da Plaza Cortazar, Rua Gurruchaga e Honduras.Diversos bares, restaurantes, lojas de roupa e de casa. Dê preferência a sabado a tarde, que é quando o burburinho acontece por lá..

SAN TELMO

A principal atração é a feirinha no estilo mercado das pulgas(antiguidades) aos domingos, conhecida simplesmente como Feirinha de San Telmo. Mas o melhor mesmo são os arredores da feira, onde lojas e novos artistas também expõem suas artes, em pequenas barracas ou até mesmo no chão. 

Se tiver com tempo, outra atração no bairro é o Museu El Zanjon.

PUERTO MADERO

É o bairro que recebeu o maior investimento do governo para revitalização do antigo porto da cidade, com projetos de arquitetos e designers famosos como Phillppe Starck. Ande beirando o Rio da Prata pelo deck  na frente dos restaurantes e atravesse a Puente de la Mujer (ponte da mulher). Se tiver um tempo, conheça a Fragata Presidente Sarmiento (ancorada perto da ponte) e a Coleção de Arte Amalia Lacroze de Fortabat. Na coleção de 230 peças, estão obras de artistas como Salvador Dalí, Rodin, Klimt, Chagall, Andy Warhol, Miró, Xul Solar e Antonio Berni. (Rua Olga Cossettini 141- 3a a domingo de 12h às 21h - entrada: 20 pesos)

LA BOCA

As principais atrações são o Caminito (pequena e estreita rua com casas com fachadas coloridas) e o estádio do Boca Juniors (La Bombonera).Cuidado porque a região é a mais relatada nos furtos contra brasileiros na cidade.
Da para ir caminhando do Caminito até a Bombonera. São apenas 2 quadras.
Na Bombonera compre o passe para o museu. Apesar de não ser nada de extraordinário, os fanáticos por futebol irão gostar..Existem dois passes: museu+ acesso a um parte do estadio (suficiente) ou museu+ acesso a todo o estadio.(A$50 e A$ 55,00)


Outras atrações conhecidas na cidade são:

>>>>Espaço Marino Santa Maria
>>>>Ateneo Libreria - Considerada, pelo The Guardian, como a segunda livraria mais bonita do mundo, a Ateneo já abrigou um célebre Teatro. Sua arquitetura é fantástica. 





>>>>Palácio San Martin
>>>>Shopping Paseo Alcorta
>>>>Shopping Alto Palermo
>>>>Passeio ao Delta do Tigre via Tren de La Costa
>>>> Zoologico de Luján /http://www.zoolujan.com/
>>>>Passeio ate Colônia do Sacramento -Uruguai (clique aqui para o post de Colonia)


* Tendo em vista a alta inflação de preços na Argentina, os preços divulgados rapidamente se tornam defasados.